16/05/2020

REPRODUZI UMA MAKE DE EUPHORIA + INSPIRAÇÕES

Aloha! Tudo bem? Estou naquela fase da quarentena de fazer coisas que eu tinha anotado faz tempo, sabe? Então, como minha rotina está desacelerada, aproveitei para testar isso. Para quem não assistiu, Euphoria é uma série do HBO, que além do enredo perfeito possui uma paleta de makeup que ultrapassa todas as nossas expectativas. As maquiagens são extremamente expressivas, intensas e... Eufóricas? Juntando todas essas informações, eu resolvi me arriscar e reproduzir a minha favorita, e gente, é muito legal fazer isso, sério! Os olhos coloridos com candy e os strass acima da pálpebra móvel é o diferencial da combinação. Quem usou ela série foi a Maddy, e no geral são sempre as que mais gosto. Além disso, eu também montei um box de inspirações com três dos inúmeros personagens maravilhosos de Euphoria.
Eu só ia deixar o resultado no insta, mas gostei tanto do que adaptei pra cá também, por isso não fotografei tanto, a sorte é que está bem detalhado no fim do vídeo. Quanto a quarentena acabar eu vou ter que reproduzir de novo para ver os meu amigos, e eu espero que vocês tentem algo diferente também, viu?
Outro ponto que eu amo são as sobrancelhas delas, muito naturais e com aquela sensação de que só foram penteadas, sabe? Muitas das vezes as bocas são nudes, concentrando toda a atenção nos olhos, sem falar da pele, sempre muito leves e nada carregadas, para que assim, as cores e os detalhes sejam as atrações principais.
As primeiras são da Maddy (Alexa Demie), que além de combinar cores e acessórios, também gosta de compor a combinação com brincos de argolas, e o delineador colorido é tudo pra mim! Na sequência a gente tem a Jules (Hunter Schafer), eu acho que as makes que ela usa poderiam ser obras de arte numa boa, a pele sempre muito natural, mas os olhos... Ah, os olhos.
E pra finalizar tem a Kat (Barbie Ferreira, filhora de brasileira, hein!), olha essas sobrancelhas, eu nem sei lidar! Separei as mais simples da personagem, mas ela consegue sair dos clássico e apostar em outras coisas também, eu já usei esse delineador rosa algumas vezes, e é viciante de verdade.

Eu espero que vocês se inspirem e se arrisquem, elas podem ser adaptadas de acordo com cada personalidade, daí fica fácil gostar. E se ainda não assistiu Euphoria, espero que resolva isso logo, é impossível assistir os oito de uma vez só. Ah, e eu posso reproduzir outras makeups se vocês quiserem, beleza? Até a próxima!

07/05/2020

COMO CUSTOMIZAR ROUPAS DE MANEIRA SIMPLES

Aloha! Tudo bem? Como estou lutando contra o tédio nesses dias de quarentena, aproveitei o excesso de tempo em casa para sair organizando um monte de coisas, inclusive o meu guarda-roupa (depois de 846248 dias adiando, a hora sempre chega). Toda vez que faço isso, sempre encontro alguma peça que tinha perdido no meio das outras ou alguma que não vou mais usar, e entre todas elas separei quatro para ganhar uma cara nova, e como só estamos saindo de casa em emergências, com o que tinha aqui na minha casa mesmo. Dessa vez eu montei um vídeo, porque essas coisas são muito visuais e ficam mais simples de entender assistindo, né? O maravilhoso de customizar as próprias roupas é que, além de podermos colocar muito mais personalidade no trabalho e ninguém ter peças exatamente iguais as suas, não existe um modelo certo para seguir, o legal é realmente parecer que foi você mesmo quem criou. As minhas ficaram assim:



Eu montei o passo a passo de cada uma, mas não tem segredo, gente! Fora que, na hora pode surgir outra ideia da sua cabeça e assim por diante. O importante é fazer com que cada peça ganhe outra personalidade, ainda mais parecida com a sua. E caso não haja muitos acessórios diferentes por aí, é hora de abusar dos recortes, que são capazes de mudar totalmente uma peça de roupa da forma mais prática possível.
Materiais: Bandana | tira de tecido | linha na agulha | cola de tecido.

Para começar, a primeira peça que eu fiz foi usando apenas uma bandana e uma tira de tecido, no meu caso eu tinha uma da mesma cor (era de um biquíni antigo) mas pode ser qualquer outra, basta ser da mesma cor. Então é só dobrar uma ponta menor e passar a tirinha e colocar a ponta maior. Só isso, migas! No meu caso, as duas outras pontas foram o limite para amarrar atrás das costas, mas se no seu cas faltar um pouquinho não tem problema, é só costurar mais duas tirinhas pra alcançar um lado no outro e amarrar. Eu achei um amorzinho.

Materiais: T-shirt | Marcador | Tesoura.

Aqui não tem segredo nenhum mesmo, basta ter uma camiseta mais larguinha (eu acho que o resultado fica mais bonito se não tiver mangas, mas é uma questão de gosto, né?). Usei um marcador para fazer linhas até abaixo do braço de um lado até o outro, depois é só cortar e, com o auxílio das mãos, dar uma esticada nos cortes. Ah, e o tanto de linhas também fica por sua conta.
Materiais: Short jeans | lápis | agulha | linha para crochê. 

Essa técnica era outras que estava salva nas minhas pastas tinha um tempo e eu finalmente coloquei em prática. Eu já tinha feito um tempo atrás em outras peças, mas vi essa ideia no Pinterest e achei um máximo. Nunca tinha tentado fazer palavras, mas acho que fui pegando o jeito entre uma letra e outra, agora já quero escrever mais coisas, aaaaaaaa!
Materiais: Camisa jeans | cola para tecido | pedrinhas de diferentes modelos

Essa é outra coisa que eu sempre faço nas minhas roupas, porque como minha mãe trabalha com artesanato, sempre tem pedrinhas, miçangas e spikes na minha casa. Essas da foto eu tinha de uma outra blusa que manchou, e como estavam coladas sobre pano, deu para usar essas cola própria, se não for o caso é bom procurar a ideal ou até costurar, evitando que elas descolem na hora de lavar. Eu amo usar esse tipo de gola com cardigan fechado por cima, mas dá para fazer um montão de outras combinações.

Bom, foi isso, sereias! Se vocês gostarem de posts assim eu posso fazer uma parte 2, sem problemas. Se cuidem, até a próxima!


26/04/2020

3 ADAPTAÇÕES DA NETFLIX + PRÓXIMAS ESTREIAS

Aloha! Tudo bem por aí? Então tá! Eu tenho certeza que, por conta das situação atual, tem muita gente zerando a Netflix, acertei? E como eu queria falar sobre isso montei uma seleção de livros que já li e que viraram ou vão virar adaptações na plataforma. Não sei dizer se prefiro quando isso acontece no formato de filme ou série, porque quando gostamos muito de uma história sempre bate aquele medo de ter uma expectativa frustrada. Nesse post eu separei tudo que li e já consegui assistir a adaptação na sequência, além das minhas opiniões sobre, para nós podermos conversar sobre gostos, decepções, favoritos e afins.

1. Para Todos Os Garotos Que Já Amei | Jenny Han.
Eu vou começar com a minha adaptação favorita, por vários motivos. Muita gente só conheceu a Lara Jean e o Peter Kavinsky por conta dos filmes, mas essa é uma trilogia de 2014. O friozinho na barriga é muito maior quanto já se idealizou os personagens, os traços e os ambientes, antes de tudo, na própria cabeça. O resultado ganhou uma avaliação positiva na Netflix, tanto que o segundo filme também já foi lançado e o terceiro está confirmado.
Quanto a escolha dos personagens, eu gostei logo de cara, depois disso o Noah apareceu muitas outras vezes em comédias românticas de lá, mas o Peter ainda é minha atuação favorita entre elas, e a Lana é a própria Lara, porque impressionante a forma como ela pegou a personagem para si e desenvolveu um excelente trabalho.

2. 13 Reasons Why | Jay Asher.
Essa adaptação também foi uma das mais aguardadas e comentadas, eu assisti assim que lançou, e pra mim a temporada de estreia conseguiu ser fiel ao livro até nos detalhes pequenos. Um ponto que eu achei incrível foi separar cada personagem (cada fita, para quem já viu) em um episódio, já que no caso de TRW nós ganhamos uma série. A primeira temporada é muito bem construída, as divisões de passado e presente e até a tonalidade das cores nas cenas, tudo pensado com cuidado. 

Masssss (ih, quando tem um mas...), os direitos para continuar a série foram concedidos, e a partir daí, não se baseando tanto no livro, não me agradou tanto. Ainda assim, ela contou com momentos muito importantes para o desfecho, com uma sensação de segurança ao terminar uma temporada, o que não ocorreu da primeira vez. E pra quem assistiu a série mas ainda não leu o livro, tem resenha aqui.

3. Por Lugares Incríveis | Jennifer Niven.
Esta é a adaptação mais recente entre as três. Eu ganhei  ele de aniversário e demorei bastante para ler porque a minha amiga que me deu sempre dizia que era a coisa mais emocionante do mundo e que era necessário todo um preparo (é o livro favorito dela). Quando terminei, entendi claramente o que ela quis dizer. Ele é daquelas coisas que marcam a gente. A frase no verso da capa já diz tudo "Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver.". São personagens totalmente sensíveis, e isso transpareceu no filme. Eu confesso que senti falta muito grande do desenvolvimento do Finch (protagonista ao lado da Violet) ao longo do resultado final.
Ainda assim, o longa não deixa de ser tocante, trazendo uma reflexão muito forte sobre relações humanas. A sensação final é de que, no fim das coisas, o que importa são as pessoas, embora muitas vezes isso é esquecido.
E é claro que tem mais coisas chegando! Entre elas a série baseada nos livros dos Bridgertons (Julia Quinn) já teve as gravações iniciadas e deve estrear no ano que vem. A primeira temporada diz respeito ao livro número 1, que conta a história da quarta Bridgerton, Daphne e do Duque de Hastings, Simon Basset. Além disso, a produção está por conta de ninguém menos que Shonda Rhimes. Estou correndo com as leituras para terminar tudo antes da estreia.

A Netflix também já confirmou, como eu contei aqui em cima, o terceiro filme de Para Todos Os Garotos Que Já Amei, o desfecho da história de Lara Jean e Peter. Se seguir o mesmo nome do livro, como aconteceu das últimas duas vezes deve se chamar Agora e Para Sempre, Lara Jean. E para Finalizar, o filme da série de livros A Seleção, depois de anos de espera, finalmente foi confirmado! Ele está na parte de seletiva de atores e é a adaptação mais recente. Ta aí outra coisa que eu quero muito ver, já que tem um tempinho desde que li.

Ufa, quanta adaptação! Alguma delas é a sua favorita? Ah, e o que mais a Netflix trouxe que você gostou (ou não tanto assim)? Me conta. Até a próxima!