01/07/2018

ENTRELINHAS

Eu, que nunca duvidei da minha complicação, de todas as ideias estranhas que brotam na minha na minha cabeça em pleno café da manhã e da mania de tentar enxergar as palavras além do que elas significam, talvez tenha percebido que não era sobre a complicação em si. Era sobre as minhas entrelinhas. Sobre o que meus olhos sempre dizem, e como eles me traem, tentando explicar o que veem quase sempre não da forma como eu queria. Como folhas grudadas em um caderno velho, que passam despercebidamente por alguém que não tenha capacidade de enxergar além de um sorriso ou de uma respiração pesada.
Talvez as minhas entrelinhas também sejam complicadas, misturando o disco novo do Vance Joy com o meu favorito do Oasis, mas o fato é de quando, e como, alguém consegue ver elas. Entender elas. A minha perspectiva, ou a minha constante como prefiro dizer, é um tanto quanto diferente, porque eu não dou a mínima para onde alguém pode me levar, eu nem se quer tenho paciência. Eu quero é saber os detalhes pequenininhos, as histórias das cicatrizes, sabe? A tarde do verão esperando o por-do-sol laranja, as mãos entrelaçadas, e principalmente, a capacidade de enxergar uma pessoa além do que ela aparenta. A sabedoria de decifrar um sorriso quando ele for triste, porque isso pode acontecer umas trinta e sete vezes no mesmo dia, com umas trinta e sete pessoas diferentes. Às vezes um "não", pode significar um "com certeza", e uma escolha mude o sentido das coisas. Um conselho? Nunca tenha expectativas.
As pessoas deveriam prestar atenção nessas coisas, todas elas. Todas as coisas e todas as pessoas. Sabe, o lance da complicação nem sempre precisa ser dessa forma, porque se todas as pessoas fossem complicadas assim, calma, se toda complicação significasse ser capaz de ler uma entrelinha e conseguir lidar com ela depois, eu queria que todo mundo fosse complicado também. Tão complicado quanto esse texto, afinal.

Um comentário:

  1. Eu com certeza sou bem complicada, é do ser humano ser eu acho! Você sumiu em Bruh

    ResponderExcluir